5% de desconto na compra online de material para Terapeutas da Fala (CRESCER-TF)
  • Estimuladores Pró-Fono: Propriocepção Intraoral e Movimentos Mandibulares

Estimuladores Pró-Fono: Propriocepção Intraoral e Movimentos Mandibulares

30,00 €  
IVA incluído

Nível 1 – Uma unidade do Estimulador Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares - Nível 1. Indicado para crianças até aos dez anos ou indivíduos com alteração da propriocepção intraoral e/ou labial, e para estimulação dos movimentos mandibulares e/ou da força mastigatória.

Nível 2 – Uma unidade do Estimulador Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares - Nível 2. Indicado para indivíduos maiores de dez anos ou como passo posterior à utilização adequada do Estimulador Pró-Fono - Nível 1.

Nível 1 e 2 - Duas unidades de Estimuladores Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares. Uma unidade do Nível 1 e uma unidade do Nível 2.

Especificações Técnicas

Os Estimuladores Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares constam de uma haste exercitadora com superfície rugosa, com uma esfera em cada uma das suas extremidades (Figuras 1 e 2) e são produzidos com PVC grau médico atóxico e maleável.

Figura 1. Estimulador Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares - Nível 1.

Nível 1: haste maleável com superfície rugosa de 7,5cm de comprimento, 3mm de espessura, 5mm de largura na extremidade que se une a uma esfera de 10mm de diâmetro, sendo que a largura da haste aumenta gradativamente para 7,5mm na outra extremidade que se une a uma outra esfera de 15mm de diâmetro.

Figura 2. Estimulador Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares - Nível 2.

Nível 2: haste com superfície rugosa de 7,5cm de comprimento, 3,5mm de espessura, 10mm de largura na extremidade que se une a uma esfera de 20mm de diâmetro, sendo que a largura da haste aumenta gradativamente para 12,5mm na outra extremidade que se une a uma outra esfera de 25mm de diâmetro.

Indicações

Os Estimuladores Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares estão indicados para o trabalho com a exercitação da musculatura da mastigação e/ou com a adequação da propriocepção intraoral e labial.

O Estimulador Pró-Fono - Nível 1 está indicado para crianças até aos dez anos ou indivíduos com alteração da propriocepção intraoral e/ou labial, e para estimulação dos movimentos mandibulares e/ou da força mastigatória.

O Estimulador Pró-Fono - Nível 2 está indicado para indivíduos maiores de dez anos ou como passo posterior à utilização adequada do Estimulador Pró-Fono - Nível 1.

Modo de Uso

Os Estimuladores Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares devem ser utilizados após a orientação do fonoaudiólogo responsável.

É importante observar o posicionamento direito da cabeça e do pescoço para o trabalho de adequação da propriocepção intraoral, dos movimentos mastigatórios e da força mastigatória.

A amplitude e a força muscular empregada para os movimentos mandibulares, assim como o tamanho das esferas, podem ser aumentados gradativamente sem, no entanto, causar desconforto ao paciente.

Após o fonoaudiólogo selecionar adequadamente o Nível (1 ou 2) do Estimulador Pró-Fono: propriocepção intraoral e movimentos mandibulares a ser utilizado, de acordo com o estágio da adequação da propriocepção intraoral e das habilidades de mordida e das necessidades de cada paciente, os seguintes exercícios podem ser realizados:

Exercícios Recomendados

Exercícios isotónicos: o fonoaudiólogo solicita ao seu paciente que abra a boca, acomode uma esfera na base da língua (este contato agirá como estímulo proprioceptivo e de movimentos laterais de língua), posicione a haste exercitadora com superfície rugosa do Estimulador Pró-Fono entre os dentes (molares ou pré-molares), segure com uma das mãos a outra esfera, e realize mordidas rítmicas e rápidas na haste exercitadora do Estimulador Pró-Fono. É importante ressalvar que esse exercício só deve ser utilizado quando o paciente apresentar dificuldades na lateralização, na propriocepção ou na força do movimento mandibular. Além disso, o fonoaudiólogo deve avaliar qual o lado que deve ser mais trabalhado, procurando sempre o equilíbrio da cinética, da força e da propriocepção relacionada com a biomecânica dos movimentos mandibulares. Apenas nos casos de procura pelo equilíbrio é que se deve utilizar o mesmo exercício dos dois lados da mandíbula, na quantidade necessária para procurar o equilíbrio, e na mesma intensidade. A avaliação adequada deve sempre guiar a indicação dos exercícios. É também importante ressalvar que se deve ter cautela no tempo e na intensidade do exercício. A fadiga e  o desconforto na região temporomandibular podem ocorrer quando os exercícios forem executados por mais de dez segundos cada e quando forem realizados mais de três séries.

Tempo de Uso: máximo três séries de dez segundos, separadas no mínimo por dez segundos, no máximo três vezes ao dia. Caso ocorra dor na região orofacial, diminuir a frequência de uso e informar o fonoaudiólogo.

Exercícios isométricos: o fonoaudiólogo solicita ao seu paciente que abra a boca, acomode uma esfera na base da língua (este contato agirá como estímulo proprioceptivo e de movimentos laterais de língua), posicione a haste exercitadora com a superfície rugosa do Estimulador Pró-Fono entre os dentes (molares ou pré-molares), segure com uma das mãos a outra esfera, e mantenha a mordida na haste exercitadora do Estimulador Pró-Fono por alguns segundos (até no máximo dez segundos, para que os músculos envolvidos não entrem em espasmo). Repetir o mesmo do outro lado, caso exista a necessidade de trabalhar a força de mordida desse outro lado. O fonoaudiólogo deve sempre avaliar a necessidade de trabalho de cada lado da mandíbula - em muitos casos, a assimetria está presente e deve ser respeitada.

Tempo de Uso: máximo três séries de dez segundos, separadas por no mínimo dez segundos, no máximo três vezes ao dia. Caso ocorra dor na região orofacial, diminuir a frequência de uso e informar o fonoaudiólogo.

Os exercícios para adequação da força mastigatória podem ser efetuados de forma a estimular todos os dentes, posicionando-se o Estimulador Pró-Fono inicialmente na altura dos incisivos e, depois, trazendo-o para os dentes mais posteriores até chegar à altura dos pré-molares e molares. Realize esse mesmo exercício dos dois lados de acordo com a necessidade observada na avaliação clínica e/ou instrumental da força de mordida. Sugere-se que, durante os movimentos mandibulares, os lábios permaneçam ocluídos para que sua musculatura também seja estimulada.

Tempo de Uso: máximo três séries de dez segundos, separadas por no mínimo dez segundos, no máximo três vezes ao dia. Caso ocorra dor na região orofacial, diminuir a frequência de uso e informar o fonoaudiólogo

×